quarta-feira, 18 de março de 2009

Só mais uma mentira, no meio de tantas.

Logo aquele que eu pensei que nunca iria me abandonar, que nunca iria me deixar sozinha. Foi por ele que troquei tudo na minha vida, e como todo o resto, ele me decepcionou. Sei que errei, mas por confiar demais no que ele dizia sentir, pensei que me entenderia. Eu não sou perfeita, era equívoco dele. E o meu erro foi pensar que ele bastaria. Que era ele quem me merecia. Me deixei abalar, me perdi por quem nunca mereceu. Por quem, na primeira oportunidade, sumiu da minha vida. Eu confiava nele, era a última pessoa que parecia fazer alguma questão de me deixar só. Mas não, nada mudou. São, de fato, todos iguais. E nunca mais vou aprender a me entregar assim. Não vai existir nada parecido, porque eu jamais poderia imaginar que ele agiria assim. Todo mundo já me deixou, eu superei, eu entendi. Era previsível. Mas ele parecia valer a pena. Por isso eu me deixei levar, eu disse a ele minhas maiores verdades, minha melhores palavras. Posso ter errado, mas só pra ele admiti tudo que sempre senti. Foi meu sentimento mais sincero, mas se perdeu. Logo aquele que pareceu merecer confiança. Era ele que merecia meu melhor, pra ele eu entreguei toda a minha sinceridade, e foi em vão. Depositei nele o que existia de melhor em mim, me deixei enfraquecer, porque fui burra pra me envolver. Agora sei que ninguém merece nada, porque no fim todos te deixam só. No fim, não passa de mentira. Isso é sentimento verdadeiro? Ah, desculpa se meu conceito de amor é muito diferente dessa falsidade que insiste em me cercar.

2 comentários:

***...JéèHhH...*** disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
DeH disse...

velhoo *---*
perfeeeito néé!
meus parabéns